VGBL ou poupança: qual a melhor forma de investimento?

0
7
investimento - bdd49807 d7b6 45d8 9d53 793d9775fc10 - VGBL ou poupança: qual a melhor forma de investimento?

Números mostram que brasileiros estão mais preocupados com imprevistos financeiros e, cada vez mais, estão recorrendo a estratégias para garantir rendimentos futuros e um fundo de emergência. Outro fator importante, que acompanha esse movimento, é o fato das pessoas procurarem mais por investimentos a longo prazo.

O entendimento sobre a necessidade de investir uma parte do dinheiro pensando no futuro está mais comum, o que faz aumentar a procura por formas de aplicar quantias e obter rendimentos, principalmente, em um período de tempo maior.

A poupança é uma das formas mais tradicionais para poupar dinheiro, porém, muitas pessoas estão optando por opções de previdência privada para a construção de uma aposentadoria tranquila, com melhores rendimentos do que os oferecidos pela caderneta.

De acordo com dados levantados pelo Instituto Datafolha em 2017, 10% dos brasileiros possuem um plano de previdência privada. Esses números servem para demonstrar a percepção da necessidade de não ficar dependente do benefício público, ou seja, a aposentadoria do INSS.

Outro estudo realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), constatou que o número de brasileiros que conseguiram poupar dinheiro passou de 17% em setembro de 2018 para 22% em dezembro do mesmo ano.

Assim, é de se esperar que a próxima pesquisa apresente resultados ainda melhores sobre a quantidade de brasileiros que possuem algum tipo de investimento a longo prazo.

Entre as formas de garantir uma previdência privada, destaca-se o VGBL . A sigla se refere ao plano de Vida Gerador de Benefícios Livre. Como o nome diz, esse investimento funciona como um seguro de vida, sendo comercializado no ramo de seguro pessoal.

Ao contratar um plano VGBL é estipulado uma rentabilidade possível, porém o que é apresentado no momento da contratação é apenas uma estimativa. Como o cálculo é feito usando como base indicadores, como a taxa de juros e as estatísticas sobre a expectativa de vida divulgada pelo IBGE, é preciso considerar que as variações desses índices afetam também a rentabilidade do VGBL.

Mesmo com essa incerteza, é correto afirmar que, na maioria das ocasiões, investimentos na previdência privada são mais rentáveis do que a poupança. Isso acontece devido ao fato do rendimento da caderneta não conseguir acompanhar o movimento da inflação, gerando uma desvalorização da quantia que fica ali parada.

Para quem deseja construir uma base financeira para o futuro, os títulos de renda fixa são opções complementares à previdência privada.

Essas opções apresentam rendimentos que podem ser conhecidos pelos investidores na hora da aquisição dos títulos. Além disso, é possível encontrar alternativas que apresentam rendimentos prefixados e outros que levam em consideração índices econômicos, abrindo possibilidade para bons ganhos.

As principais alternativas são os CDBs (Certificado de Depósito Bancário), as Letras de Crédito e também os títulos públicos, conhecidos como Tesouro Direto.

O CDB é um dos investimentos em renda fixa mais procurado por quem deseja investir a longo prazo. Ele funciona como uma espécie de empréstimo que investidores fazem para os bancos, que após o período estipulado, devolvem a quantia acrescida dos juros combinados.

Na renda fixa, destacam-se também as LCIs (Letras de Crédito Imobiliário) e as LCAs (Letras de Crédito do Agronegócio), são opções de títulos emitidos por instituições bancárias para gerar incentivos financeiros para os setores do agronegócio e imobiliário.

As duas alternativas são investimentos que podem apresentar bons rendimentos, principalmente para quem deseja aplicar por um longo período de tempo. Além disso, são seguros, pois são protegidos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). Essa instituição assegura que o investidor receba o que foi combinado, dentro do limite estipulado, caso aconteça algum problema com o emissor do título.

Portanto, construir uma base financeira para o futuro é uma necessidade, e pesquisas indicam que os brasileiros já estão caminhando rumo a um futuro mais promissor financeiramente. Assim, no momento de escolher entre VGBL ou poupança, o mais importante é pesquisar e fazer simulações para entender quais opções realmente oferecem os melhores retornos.investimento - 186443 partnerId 1358 - VGBL ou poupança: qual a melhor forma de investimento?

Website: https://blog.toroinvestimentos.com.br/vgbl-o-que-e-vida-gerador-de-beneficio-livre