Trabalhar, transar e folgar um dia na semana: os conselhos do fundador da Alibaba para seus funcionários

0
44
trabalhar-transar-e-folgar-um-dia-na-semana-os-conselhos-do-fundador-da-alibaba-para-seus-funcionarios

Jack Ma é o homem mais rico da China e cofundador da Alibaba, uma das maiores empresas de internet do país, que é como uma Amazon. Há um tempo, ele disse que no trabalho as pessoas deveriam seguir a filosofia 996 (trabalhar das 9h às 21h por 6 dias na semana), pois apenas nesse ritmo se atinge grandes feitos — como esperado, ele foi alvo de muitas críticas. Agora, Ma tem uma nova dica de produtividade, só que aplicada à vida pessoal dos funcionários.

“No trabalho, nós enfatizamos o espírito 996. Na vida, nós deveríamos seguir o 669. O que é o 669? Seis dias, seis vezes, com ênfase no “9”, disse ele em um casamento comunitário organizado pela Alibaba. Segundo o Telegraph, a palavra “nove” em mandarim tem som parecido com o da palavra “demorado”.

Se ainda não ficou claro, o bilionário está sugerindo que as pessoas deveriam transar seis vezes por semana e, de preferência, uma trepada de qualidade — não necessariamente que deve durar apenas 9 minutos.

“O casamento não tem como propósito acumular riqueza, ou comprar uma casa, mas para ter um bebê juntos”, disse ele. Ma ainda ressalta que as crianças são o melhor investimento, pois “tudo pode ser falso”, mas os filhos são o que há de mais importante. O executivo fala ainda que o KPI (indicador de sucesso) do casamento são os filhos, então o objetivo deve ser gerar crianças mesmo.

Apesar de parecer invasivo um bilionário querer dar pitaco na vida sexual alheia, isso parece ter relação direta com a situação atual da China. A taxa de natalidade do país está em baixa, com apenas 15 milhões de nascimentos em 2018 — é a menor taxa registrada pelo gigante asiático desde 1949. As razões são parecidas com a de outros países: custa caro para ter onde morar e para pagar uma boa educação. A previsão é que em 2050 um terço da população chinesa será idosa, o que deverá reduzir drasticamente o número de pessoas com idade ativa.

A China já flexibilizou a política de que os casais poderiam ter apenas uma criança e agora o país parece estar incentivando que pessoas tenham mais bebês.

Da parte de Jack Ma, ele não só incentiva as pessoas a terem filhos, como também presta auxílio aos pais. A Alibaba oferece empréstimo com juros baixos para que eles possam comprar uma casa para a família. Lógico que uma família não se resume só a uma casa, mas já é alguma coisa.

[Vice e Telegraph]