Senado sabatina Augusto Aras na CCJ

0
15
senado-sabatina-augusto-aras-na-ccj

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), sabatina nesta quarta-feira (25), o indicado do presidente Jair Bolsonaro à Procuradoria-geral da República, Augusto Aras. A sessão estava marcada para às 10h.


Se o nome de Aras for aprovado na comissão, seguirá para análise do plenário pelos senadores. A gestão do PGR tem duração de dois anos, até 2021.

De acordo com  o relator da matéria na CCJ, o senador Eduardo Braga (MDB-AM), Aras cumpriu todos os requisitos documentais e burocráticos para ser o novo chefe do MPF.

Durante todo o mês, o indicado frequentou o Senado e, inclusive, participou da reunião de líderes, onde os senadores e o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), discutiam as pautas prioritárias e costuram acordos para votações.

Essa foi a primeira vez desde 2003, que o presidente da República não escolheu alguém da lista tríplice dos mais votados pelo MPF, na eleição da Associação Nacional dos Procuradores da República.

Sessão do Congresso

Foi remarcada para as 18h desta quarta-feira (25) a sessão do Congresso que vai apreciar os vetos presidenciais. A votação foi iniciada nesta terça-feira (24), mas não foi concluída por falta de quórum.

A sessão havia sido marcada para as 16 horas de quarta, mas teve de ser remarcada para que o Senado possa, antes, votar a indicação de Augusto Aras.

“A indicação será votada no Plenário do Senado quando terminar a sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Vou antecipar a votação para as 14h30, porque  pela nossa conta, quatro ou cinco horas de sabatina sempre foram suficientes”, explicou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

- ban livraria2019 - Senado sabatina Augusto Aras na CCJ