Satélite da NASA captura ilusão de óptica em que a Lua parece se esconder

0
101
satelite-da-nasa-captura-ilusao-de-optica-em-que-a-lua-parece-se-esconder

No início desta semana, o observatório solar SDO (Solar Dynamics Observatory), da NASA, capturou uma série de imagens em que parece que a Lua estava um pouco maluca, cruzando o Sol como sempre e, então, brevemente parando para mudar de direção. Não, não é um sinal de um armageddon cosmológico, mas uma ilusão de óptica familiar para os astrônomos.


O SDO está na orbitando a Terra, e não é incomum que o satélite da NASA capture o trânsito lunar. Este  movimento observado em 6 de março de 2019, no entanto, foi esquisito, pois a Lua parecia se mexer da esquerda para a direita através da superfície do Sol (o que é normal), mas então ela faz uma pausa por um momento e reverte a direção (o que é bem esquisito). Este não é o tipo de comportamento que você esperaria de ver da Lua — um objeto preso em uma órbita imutável e unidirecional em volta da Terra.

Olha, mas temos uma explicação racional perfeita para este evento: movimento retrógrado. Esta ilusão de óptica acontece quando um “corpo celestial parece se mover para trás por causa da maneira que diferentes objetos se movem em diferentes velocidades e em diferentes pontos de suas órbitas”, segundo a NASA.

Escrevendo no EarthSky no ano passado, o astrônomo Christopher Crockett descreveu o movimento retrógrado desta forma:



Você pode testar por conta própria na próxima vez que você ultrapassar um carro na estrada. Conforme você chega próximo de um carro mais lento, está claro que ele está indo na mesma direção que você. Ao acelerar e ultrapassá-lo, no entanto, do seu ponto de vista o carro parece se mover para trás no momento. Então, quando você já está na frente dele, o carro parece retomar o seu movimento para frente.

A mesma cosia ocorre quando a Terra passa por outros planetas extremos que estão se movendo mais lentamente. Quando nós passamos Júpiter, Marte ou Saturno, por exemplo, estes planetas mais externos em órbita — que se movem mais lentamente que a Terra — parecem estar no caminho reverso de nosso céu por alguns meses.

Neste caso, o evento durou apenas alguns minutos em vez de meses, devido à proximidade do SDO com a Lua. Então em vez de a Lua estar mudando de direção, é a mudança de ponto de vista do SDO conforme orbita a Terra que causa o efeito visual. Um gif animado fornecido pela NASA ilustra bem isso.

- gif sdo lua sol - Satélite da NASA captura ilusão de óptica em que a Lua parece se esconderCrédito: NASA

Os quadros usados para produzir o vídeo do trânsito lunar foram capturados conforme os satélites entravam na sombra da Lua — representado pela linha preta vertical — com o Sol como pano de fundo. Na ocasião, o SDO estava se movendo a 30 km/s, enquanto a Lua fazia o trajeto em 9 km/s, permitindo que o satélite alcançasse a sombra da Lua.

A título de curiosidade, o movimento retrógrado era um problema para astrônomos que acreditavam que a Terra era o centro do universo.

Para explicar este comportamento errático dos planetas que, segundo a crença, orbitavam a Terra, estes astrônomos criaram um monte de explicações, inclusive a ideia de que os planetas giravam em torno de um ponto móvel em sua órbita, além de girar em torno da Terra. Até perceberam que os planetas orbitam o Sol — chamado de heliocentrismo — este movimento esquisito de ida e volta de planetas exteriores foi finalmente entendido.

[NASA]