Pontos no céu: satélites de Elon Musk “causam” na noite em RS e SC

Uma série de pontos luminosos foi avistada no céu do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, na noite de sexta-feira (6), chamando a atenção de moradores.O fenômeno foi captado por duas estações da “Brazilian Meteor Observation Network” (Bramon), em Taquara (RS), na região metropolitana de Porto Alegre, e em Monte Castelo (SC), a…

pontos-no-ceu:-satelites-de-elon-musk-“causam”-na-noite-em-rs-e-sc  - 688dda37 pontos no ceu satelites de elon musk causam na noite em rs e sc - Pontos no céu: satélites de Elon Musk “causam” na noite em RS e SC

Uma série de pontos luminosos foi avistada no céu do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, na noite de sexta-feira (6), chamando a atenção de moradores.

O fenômeno foi captado por duas estações da “Brazilian Meteor Observation Network” (Bramon), em Taquara (RS), na região metropolitana de Porto Alegre, e em Monte Castelo (SC), a 358 quilômetros de distância de Florianópolis. A Bramon é um grupo que reúne 102 operadores e 159 estações em 20 estados monitorando meteoros.

Segundo o diretor da Bramon, Marcelo Zurita, os pontos luminosos são satélites, que foram lançados em novembro pela empresa SpaceX, do bilionário Elon Musk. O projeto Starlink, com 12 mil satélites, promete oferecer internet gratuita ao redor do mundo.

Esses satélites só podem ser avistados na Terra em dois momentos do dia, segundo Zurita: no começo da noite e no final da madrugada, quando o Sol incide na fuselagem dos satélites e reflete aqui embaixo. “Tem que estar iluminado no céu e escuro na Terra”, afirmou Zurita.

Inseto ‘salvou’ a foto

Segundo Zurita, os equipamentos das duas estações são programados para captar a passagem de meteoros e asteroides, normalmente mais velozes do que esses satélites. O fenômeno só conseguiu ser flagrado, segundo ele, porque um inseto passou na frente das câmeras. “Normalmente as câmeras não gravariam.”

Segundo a Bramon, os satélites estavam sobre a Argentina e, por isso, acredita-se que moradores do país vizinho e do sudoeste do Brasil possam ter observado as luzes no céu.

Satélites só podem ser avistados na Terra em dois momentos do dia - Jocimar Justino de Souza/Arquivo pessoal  - satelites monte castelo 1575736042779 v2 450x450 - Pontos no céu: satélites de Elon Musk “causam” na noite em RS e SC

Satélites só podem ser avistados na Terra em dois momentos do dia

Imagem: Jocimar Justino de Souza/Arquivo pessoal

Visíveis no sábado e domingo

Na noite deste sábado (7), os objetos estarão novamente visíveis a partir das 19h36 para observadores do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, segundo Zurita. “Mas, dessa vez, baixos no horizonte, indo de sul para leste”, disse.

No domingo, o fenômeno se repete a partir das 20h, para a mesma região do país.

60 satélites lançados em novembro

Ao todo, 60 satélites da constelação Starlink foram lançados no mês passado. Uma outra remessa havia sido lançada em maio. Após os lançamentos, os aparelhos vão se deslocando para sua posição final e, futuramente, só serão mais um ponto no espaço.

Os satélites estão em a cerca de 360 quilômetros de distância da Terra, deslocam-se a uma velocidade de 26.230 km/h e completam uma volta ao redor da Terra a cada 91,5 minutos.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com