Parcerias entre pequenas empresas estimulam o avanço do consumo de vinho no Brasil

0
12
parcerias entre pequenas empresas estimulam o avanço do consumo de vinho no brasil - a4d1e1bd fcba 41b5 962d cf71e119e5b9 - Parcerias entre pequenas empresas estimulam o avanço do consumo de vinho no Brasil

O Brasil ainda está longe do pódio quando o assunto é consumo de vinho, cerca de 2 garrafas por pessoa ao ano. De acordo com levantamento da Organização Internacional da Vinha e do Vinho, o Brasil ocupa a 14ª posição no ranking mundial da produção da bebida, com 340 milhões de litros no ano passado. O primeiro lugar ainda pertence à Itália, com 4,25 bilhões  de litros.

Contudo, o crescimento da produção nacional se mostra promissor, com a aposta das vinícolas em áreas de cultivo espalhadas pelas regiões sul, sudeste e nordeste do país.As terras hoje usadas na produção de vinhos no Brasil, alcançam os impressionantes 79,9 mil hectares. “Temos mais de mil vinícolas no Brasil, sendo a imensa maioria delas em pequenas propriedades. E pasmem, 90%, ao contrário do que muitos pensam, são microempresas, diz Ricardo Veríssimo, especialista em empreendedorismo, palestrante e autor de livros no segmento.

Sudeste brasileiro lidera consumo de vinho e agenda de eventos relacionados à bebida

Contra a fama do sul do país, a região que lidera o consumo da bebida é o sudeste, responsável por 67% do total nacional. A difusão da cultura enogastronomica nessa região vem se firmando por meio de eventos que além da degustação visam também a educação do consumidor final.

Para o especialista em empreendedorismo Ricardo Veríssimo o caminho da popularização do vinho já começou e ainda é um desafio para os empreendedores. “É necessário melhorar a distribuição, ampliando consumo nos pontos populares, assim como as cervejas que chegam em todos os lugares facilmente. Mesmo nos locais mais ermos se encontra um botequim vendendo ao menos 4 marcas de cerveja. É um desafio, pois, o transporte, armazenamento e consumo de vinho são diferentes do da cerveja, mas quem quer empreender nesse mercado precisa abraçar essa construção”, pontua.

No Rio de Janeiro, o Circuito do Vinho já se consolidou no calendário de eventos. A feira itinerante que recebe expositores de vinícolas, importadoras e lojas especializadas reuniu mais de 20 mil pessoas em suas quatro edições que passaram pelas regiões sul, norte e oeste da cidade em 2018.

“A ideia é descomplicar o vinho, desde a comunicação, passando pela variedade de rótulos e preços, até as atrações. O vinho combina com tudo, basta estar aberto a experiência”, diz Marcelle Mello, sócia da Bolsa de Eventos, responsável pelo Circuito do Vinho.

Espaços para beber e aprender

Até pouco tempo, quando o pensamento era a cultura do vinho, logo vinha à mente viagens para a serra gaúcha, com visitas às principais marcas nacionais. Atualmente, no entanto, existem opções dentro desse universo em diversos locais.

“Cidades com ares de Europa, nas serras do RJ e SP, como Petrópolis e Campos do Jordão convidam a um bom vinho, temperaturas amenas a maior parte do ano. Minas também entrou no circuito, com cidades menos badaladas, mas igualmente charmosas como Três Corações, Andradas e Três Pontas. Elas abrigam as novas fronteiras do vinho no Brasil. Por lá, a maioria dos produtores são descendentes de italianos”, sugere o especialista em turismo Yuri Mourão, CEO da Yesmiles.

Sem precisar viajar, neste mesmo espírito, nascem nos grandes centros urbanos, espaços de experiência voltados para o estudo e apreciação do vinho de forma democrática que interesse tanto aos sommeliers quanto aos leigos. É o caso do Wine Office, criado pela dupla de sommeliers pai e filha, Carlos e Fernanda Aguiar.

O espaço abriu as portas no início do ano, localizado no bairro do Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. O empreendimento nasceu para ser um reduto dos amantes e curiosos do vinho e funciona como co-working, além de receber exposições fotográficas e contar com uma badalada agenda de eventos, que varia entre jantares harmonizados, experiências de chefs e happy hours.

“Já existia um trabalho online no mundo do vinho, com o e-commerce Rio di Vino, por lá eram vendidos diversos rótulos. Os clientes sempre pediam dicas de harmonização, uma espécie de consultoria. A ideia do Wine Office foi trazer o que já acontecia na internet para o offline, tornando mais completa a experiência do vinho”, conta o sócio do Wine Office, o sommelier Carlos Aguiar.

Co-branding e parcerias na produção de rótulos nacionais

No encerramento do ano, em clima de réveillon, a família dos sommeliers Carlos e Fernanda, que respira o mundo do vinho, também inovou nos negócios, lançando o primeiro rótulo próprio. “Com nosso histórico de jantares harmonizados , pensamos em um rótulo que pudéssemos servir como aperitivo nos jantares e para brindar comemorações. Uma experiência diferente do que estamos acostumados, porém muito satisfatória . Foi o processo de criação de um símbolo que representasse a família. Foi divertido, pois a família decidiu em conjunto como seria”, conta a sommelier e sócia do espaço Wine Office, Fernanda Aguiar.

O Família Aguiar – Espumante Rosé –  é produzido em parceria com a Vinícola Villa Mosconi, que tem seu cultivo na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais. A vinícola que já tem tradição consolidada na produção de diferentes versões da bebida firmou a parceria com os sommeliers para a produção de um espumante leve, fácil de beber e pensado para as altas temperaturas do sudeste. Agora, o rótulo que recebe o sobrenome da família materializa na taça o trabalho dos dois. A bebida é leve e refrescante, com um aroma agradável e frutado, com predominância de notas de morango, framboesa, pão tostado e torrefação.

O espumante Família Aguiar teve sua estreia em grande estilo, sendo provado e aprovado pela primeira vez pelos amantes de vinhos e espumantes na última edição do Wine Club Grand Hyatt.

O evento acontece mensalmente no luxuoso hotel da praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A edição de encerramento do ano, que aconteceu  no último dia 29, reuniu representantes de vinícolas, lojas especializadas e importadoras de bebidas. Os participantes, que pagaram uma adesão no valor de R$ 150,00, tiveram acesso aos rótulos selecionados pelos expositores e também uma mesa de queijos, antepastos, macarons e trufas para acompanhar.

parcerias entre pequenas empresas estimulam o avanço do consumo de vinho no brasil - 185970 partnerId 1358 - Parcerias entre pequenas empresas estimulam o avanço do consumo de vinho no Brasil

Website: http://www.riodivino.com.br