Países europeus reconhecem mandato interino de Guaidó

França, Espanha, Alemanha e Reino Unido, anunciaram ontem (4/2), que reconhecem Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, para convocar novas eleições. “Consideramos que o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, cuja legitimidade é perfeitamente reconhecida, está habilitado para convocar eleições presidenciais“, indicou o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, em entrevista à…

paises-europeus-reconhecem-mandato-interino-de-guaido  - paises europeus reconhecem mandato interino de guaido - Países europeus reconhecem mandato interino de Guaidó
- ban apoiase2019 - Países europeus reconhecem mandato interino de Guaidó

França, Espanha, Alemanha e Reino Unido, anunciaram ontem (4/2), que reconhecem Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, para convocar novas eleições.

Consideramos que o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, cuja legitimidade é perfeitamente reconhecida, está habilitado para convocar eleições presidenciais“, indicou o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, em entrevista à emissora France Inter.

Nicolás Maduro não organizou eleições presidenciais no prazo de oito dias que nós fixamos. Por isso, o Reino Unido e os seus aliados reconhecem a partir de agora, Guaidó como presidente constitucional interino até que possam ser organizadas eleições credíveis“, twittou Jeremy Hunt, ministro do Exterior britânico.

Holanda, Finlândia, Dinamarca, Suécia, Áustria, Bélgica, Letônia e Lituânia, também declararam apoio a Guaidó.

Nesta situação, apoiamos e consideramos Guaidó como o presidente interino legítimo“, disse a ministra do Exterior da Suécia, Margot Wallström, à televisão pública SVT.

Pedro Sánchez, chefe do governo espanhol, além de reconhecer Guaidó como presidente interino, disse que pretende promover, dentro da União Europeia e das Nações Unidas, um plano de ajuda humanitária à Venezuela.

A Russia rechaça a posição dos países europeus, mas apoia a iniciativa do México e Uruguai para mediar a crise.

Lamentavelmente, desde a Europa e não desde a América Latina se impõe agora um formato de mediação internacional“, afirma Serguei Lavrov, ministro do Exterior russo.

Ele também aponta como negativa as ausências da Russia, China e dos Estados Unidos no grupo composto por oito de dez países europeus.

Guaidó já conta com amplo reconhecimento internacional. Além dos países europeus, também declaram apoio a ele como presidente interino os Estados Unidos, Canadá, México, Brasil e mais 11 países latino-americanos.

 * Com informações da Agência Brasil

- ban livraria2019 - Países europeus reconhecem mandato interino de Guaidó
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com