Oposição faz tuitaço contra reforma e leva hashtag ao 2º lugar no Brasil

Deputados da oposição e internautas contrários ao governo Bolsonaro se mobilizaram nas redes sociais para fazer um “tuitaço” com o objetivo de alavancar a hashtag #QueReformaÉEssa, criticando e questionando a reforma da Previdência proposta pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Em pouco mais de uma hora o movimento colocou a hashtag em segundo lugar nos…

oposicao-faz-tuitaco-contra-reforma-e-leva-hashtag-ao-2o-lugar-no-brasil  - 3230207d oposicao faz tuitaco contra reforma e leva hashtag ao 2o lugar no brasil - Oposição faz tuitaço contra reforma e leva hashtag ao 2º lugar no Brasil

Deputados da oposição e internautas contrários ao governo Bolsonaro se mobilizaram nas redes sociais para fazer um “tuitaço” com o objetivo de alavancar a hashtag #QueReformaÉEssa, criticando e questionando a reforma da Previdência proposta pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Em pouco mais de uma hora o movimento colocou a hashtag em segundo lugar nos “Trending Topics” do Brasil, no Twitter. A hashtag é o mote da campanha lançada nesta terça-feira (4)

A estratégia dos divulgadores da campanha é popularizar o site reformadaprevidenciabrasil.com.br.

O endereço virtual leva a um site com notícias cujos títulos são críticos à proposta do governo como “Reforma da Previdência de Bolsonaro prejudica professoras”, “Economistas questionam necessidade de reforma da Previdência” e “Em dez anos, reforma da Previdência vai acabar com 5 milhões de empregos”.

No site, ao clicar no botão “pressione um deputado”, o usuário é redirecionado a uma página onde é possível escolher um deputado federal e enviar uma mensagem automática que pede um voto contrário à reforma das aposentadorias. O texto da mensagem argumenta que “essa reforma perversa vai forçar os brasileiros, principalmente os mais pobres, a trabalharem mais para viver com menos.”

A deputada Jandira Feghali, do PCdoB do Rio de Janeiro, é uma das mais assíduas na alavancagem do questionamento, com mais de 40 postagens sobre a reforma, todas críticas à reforma de Guedes e Bolsonaro.

O gaúcho Pompeo De Mattos, do PDT, afirmou que o sistema de capitalização previdenciária só agrada ao mercado financeiro, enquanto o petista José Guimarães diz que, no Chile, “a reforma de Guedes deixa aposentados na miséria”.

Um vídeo do ex-banqueiro Eduardo Moreira, afirmando que o governo mente ao dizer que a reforma ataca os privilégios dos mais favorecidos, é denominador comum entre as postagens dos parlamentares de oposição. A deputada Sâmia Bomfim, do PSOL de São Paulo, compartilhou o vídeo afirmando que a proposta que tramita no Congresso é “o caminho para o fim da seguridade social”.

Às 13h50 desta terça-feira, a #QueReformaÉEssa era o segundo assunto mais publicado no Twitter do Brasil. A hashtag era amplamente utilizada por parlamentares do PT, PC do B, PSOL, PDT e PSB.

Você sabia que 90% da economia que o governo quer fazer com a Reforma da Previdência será com a aposentadoria dos trabalhadores e da classe média? Veja esse vídeo e saiba mais sobre a proposta: #QueReformaÉEssa pic.twitter.com/nY7Nltr0pE

– Gleisi Lula Hoffmann (@gleisi) 4 de junho de 2019

Mulheres serão mais prejudicadas pela reforma da previdência de Bolsonaro. Pois estão submetidas, na média, a situações mais precárias, maior rotatividade e informalidade. #QueReformaÉEssa pic.twitter.com/iOvMyy1jSE

– Maria do Rosario #LulaLivre (@mariadorosario) 4 de junho de 2019

60% dos países que aderiram à capitalização das aposentadorias voltaram atrás.

9 em cada dez idosos chilenos recebem menos de um salário mínimo.

7 em cada dez trabalhadores mexicanos perigam ficar sem aposentadoria.

A capitalização só beneficia os bancos.#QueReformaÉEssa

– Marcelo Freixo (@MarceloFreixo) 4 de junho de 2019

Para implantar capitalização, Bolsonaro vai gastar quase R$ 1 trilhão. Quem vai pagar essa conta é o trabalhador! #QueReformaÉEssa https://t.co/XYimaSRVNJ

– Jandira Feghali (@jandira_feghali) 4 de junho de 2019

A situação de quem entrar no mercado de trabalho no futuro pode ser pior ainda se o governo implantar o sistema de capitalização previdenciária. A medida só agrada o mercado financeiro. #QueReformaÉEssa

– Pompeo de Mattos (@PompeodeMattos) 4 de junho de 2019

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com