Lei determina que hotéis ofereçam linhas de amenities em Braile

0
61

Dados do CBO – Conselho Brasileiro de Oftalmologia mostram que a quantidade de pessoas cegas ou com visão comprometida no mundo chega a 253 milhões. Aqui no Brasil este número é de 1.2 milhões de pessoas.

A leitura e a escrita dessa parcela da população acontecem através do Braile – método criado há 193 anos pelo francês Louis Braille, que ficou cego durante a infância. Aos 16, Louis decidiu criar esse tipo de linguagem tátil e, quando apresentou à sociedade, foi um sucesso, mudando a vida dos cegos de todo o mundo para sempre. A linguagem é um sistema que combina seis pontinhos, colocados em duas colunas e três linhas, formando 63 caracteres diferentes. Tudo é indicado pelos pontos: alfabeto, números, símbolos científicos, musicografia, fonética e informática.

O Braile está nos livros, nas bulas de remédios, botões de elevador, botões de máquinas, dados de contas bancárias e, segundo a lei, também precisa estar nos rótulos dos amenities, aqueles cosméticos que os hotéis disponibilizam aos hóspedes. A paranaense Realgem´s Guest Solutions, que atende mais de 4 mil unidades hoteleiras do país, lançou há poucos meses a linha Braile – a primeira de cosméticos para hotéis voltados à acessibilidade. O lançamento cumpre com o decreto 9.296, que determina que todos os materiais de higiene devem ser disponibilizados em embalagens com formato diferente e identificação em braile, promovendo a inclusão da pessoa com deficiência visual.

“Atualmente somos a única marca do mercado a atender 100% a legislação com a linha Braile. Além disso, também somos certificados pela Associação Brasileira de Assistência à Pessoa com Deficiência Visual. Essa é uma novidade que os hoteleiros precisam aderir, pois de acordo com a Lei a linha é obrigatória nos estabelecimentos de hospedagem”, explica o CEO da Realgem”s, Mauro Carvalho.
- 193023 partnerId 1358 - Lei determina que hotéis ofereçam linhas de amenities em Braile

Website: http://www.realgems.com.br