Inquérito apura se manchas encontradas em praias nordestinas são criminosas

0
13
inquerito-apura-se-manchas-encontradas-em-praias-nordestinas-sao-criminosas

Um inquérito da Polícia Federal vai apurar a origem de uma substância de aspecto oleoso encontrada em diversas praias nordestinas, em especial,  nas  praias potiguares.


De acordo com a PF, a ação foi tomada depois que a imprensa nacional divulgou as primeiras informações sobre o fato. Os policiais analisam um possível dano ambiental de grandes proporções na região.

As investigações estão concentradas na Superintendência Regional da PF no Rio Grande do Norte, contando com a participação das áreas de combate aos crimes ambientais, de inteligência e de perícia.

As diligências contam com a participação do IBAMA, da Marinha do Brasil, da Universidade Federal Rural de Pernambuco e do Ministério da Defesa (CENSIPAM).

Manchas

Ao menos 105 localidades de 48 municípios foram atingidas pelas manchas. Uma investigação do Ibama, com apoio do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, aponta que o petróleo que está poluindo todas as praias seja o mesmo, e a origem não é do Brasil.

Trata-se de petróleo cru, ou seja, não se origina de nenhum derivado de óleo, como gasolina e outros. Contudo, a sua origem ainda não foi identificada. Em análise feita pela Petrobras, a empresa informou que o óleo encontrado não é produzido pelo Brasil.

Mesmo sendo de origem estrangeira, os responsáveis estão sujeitos a multas de até R$ 50 milhões, em conformidade com a Lei de Crimes Ambientais, Lei 9.605/1988,

- ban livraria2019 - Inquérito apura se manchas encontradas em praias nordestinas são criminosas