Guedes: 'A China é aquele cara que você sabe que tem que aguentar'

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que “a China é aquele cara que você sabe que tem que aguentar” ao falar sobre as exportações do Brasil para o país asiático.”O presidente tá no ponto futuro, porque o presidente falou o seguinte: ‘tudo bem, tem a primeira onda, que é a da saúde, mas tem…

guedes:-'a-china-e-aquele-cara-que-voce-sabe-que-tem-que-aguentar'  - 218c482b guedes a china e aquele cara que voce sabe que tem que aguentar - Guedes: 'A China é aquele cara que você sabe que tem que aguentar'

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que “a China é aquele cara que você sabe que tem que aguentar” ao falar sobre as exportações do Brasil para o país asiático.

“O presidente tá no ponto futuro, porque o presidente falou o seguinte: ‘tudo bem, tem a primeira onda, que é a da saúde, mas tem a segunda que é a da economia, e uma vem agarrada com a outra’. Nós estamos ainda tentando sair da primeira, pô. A segunda já está querendo bater. Eu ainda acho que nós estamos preservando os sinais vitais da economia brasileira. Ela, pra mim, ainda é um urso hibernando. Você baixa sua energia pra zero, consumo de energia pra quase zero, só respira, mas quando você sai da gruta, sai pra comer o primeiro bicho que passar. Você tem força”, disse.

“A comida está chegando. As exportações estão seguindo. A China é aquele cara que você sabe que tem que aguentar, porque pra vocês terem uma ideia, pra cada um dólar que o Brasil exporta pros Estados Unidos, exporta três pra China”, declarou.

As declarações foram feitas durante a reunião de ministros com o presidente da República, Jair Bolsonaro, no dia 22 de abril. O STF (Supremo Tribunal Federal) liberou a divulgação do vídeo da reunião. A publicidade da gravação foi pedida pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, como prova de que Bolsonaro teria tentado interferir politicamente na cúpula da Polícia Federal.

“Brasil não vai perder rumo econômico”, diz Guedes

Na reunião, Guedes se mostrou otimista e falou que o Brasil “não vai perder o rumo econômico” por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Não vamos perder o rumo, não. Pode dar vestimenta. Bota peruca loura, bota pé, passa batom vermelho, faz uma porção de coisa que for necessário politicamente, mas não vamos perder o rumo econômico, não. Nós sabemos onde nós estamos indo. Então, eu estou só dando uma mensagem de tranquilidade pra todo mundo aqui que é o seguinte: nós estamos fazendo nada exótico, dogmático, nada disso. Nós estamos indo numa direção. Fizemos o que o mundo inteiro fez. Em três semanas e meia, nós fizemos o que o mundo inteiro fez, só que nós não vamos perder o rumo, não.”

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com