Governador do PSL com jeitinho de tucano persegue deputados de direita em Santa Catarina

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), exigiu a expulsão do deputado estadual Jessé Lopes (PSL). No início da tarde desta quarta-feira (21) a decisão estava nas mãos do presidente da executiva estadual da sigla, deputado federal Fabio Schiochet. Jessé Lopes é acusado de infidelidade partidária. Isso deve-se ao fato de que Lopes criticou…

governador-do-psl-com-jeitinho-de-tucano-persegue-deputados-de-direita-em-santa-catarina  - 3b1375d4 governador do psl com jeitinho de tucano persegue deputados de direita em santa catarina - Governador do PSL com jeitinho de tucano persegue deputados de direita em Santa Catarina

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), exigiu a expulsão do deputado estadual Jessé Lopes (PSL).

No início da tarde desta quarta-feira (21) a decisão estava nas mãos do presidente da executiva estadual da sigla, deputado federal Fabio Schiochet.

Jessé Lopes é acusado de infidelidade partidária. Isso deve-se ao fato de que Lopes criticou o fim dos subsídios aos agrotóxicos e iniciou campanha defendendo a implosão da Ponte Hercílio Luz. Denominada “Vá com Deus, Ponte Hercílio Luz”, a campanha busca a demolição da estrutura. Segundo o parlamentar, a ponte deve ser demolida por não ser eficiente.

Quem também pode estar na “mira” de Moisés, segundo noticiários de Santa Catarina informam, é a deputada estadual Ana Campagnolo (PSL).  Na semana passada, o governador Moisés teria pedido providências da executiva estadual para “enquadrar” Jessé, Ana Campagnolo e mais três deputados do partido que estavam assumindo posições críticas em relação ao seu governo.

Recentemente, Moisés surpreendeu muitos eleitores em entrevista concedida à Folha de S. Paulo, ao chamar de “sandices” a atuação dos eleitores de Bolsonaro, que são também seus eleitores. Cabe ressaltar que SC foi o estado que mais votou em Jair Bolsonaro.

“O  que a gente vê nas redes sociais são militâncias extremas, ou extrema-direita ou extrema-esquerda, o pessoal da arminha. Para mim é muita sandice essas coisas”, disse o governador à Folha.

Carlos Moisés, assim como Frota, pegou carona na onda que elegeu o Presidente da República. Ele nunca havia concorrido a um cargo político antes e acabou eleito com 71% dos votos dos catarinenses para governar o estado.

Em sua conta na Rede Social Twitter,  o deputado Jessé Lopes afirmou ter orgulho do partido de Bolsonaro. “Estou tranquilo com relação ao meu alinhamento com os ideais do partido e do presidente da república. Quem não está é que deve sair, não eu”.

Eu não quero sair do PSL, tenho orgulho de ser do partido do Bolsonaro. Estou tranquilo com relação ao meu alinhamento com os ideais do partido e do presidente da república. Quem não está é que deve sair, não eu.

— Deputado Jessé Lopes (@depjesse) August 21, 2019

- ban livraria2019 - Governador do PSL com jeitinho de tucano persegue deputados de direita em Santa Catarina

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com