Funcionários do Vaticano estão envolvidos em escândalo de transações imobiliárias ilegais

0
12
funcionarios-do-vaticano-estao-envolvidos-em-escandalo-de-transacoes-imobiliarias-ilegais

Cinco funcionários do Vaticano, entre dirigentes da Secretaria de Estado e inspetores de finanças, foram suspensos após uma investigação sobre transações imobiliárias ilegais.


De acordo com as informações da revista italiana L’Espresso, divulgadas nesta quarta-feira (2). As transações irregulares estão relacionadas à compra de imóveis milionários no exterior, principalmente em Londres, com a participação de empresas do Reino Unido.

Ainda segundo a L’Espresso, o Papa Francisco foi avisado pelos líderes do banco do Vaticano de possíveis crimes financeiros gigantescos que ocorreram nos últimos anos.

O papa ordenou, então, uma investigação pontual e rigorosa do caso. Assim, na segunda-feira (1º), a pedido do promotor da Justiça Gian Piero Milano e de seu vice Alessandro Diddi, foram apreendidos documentos confidenciais e computadores, não apenas nos escritórios da Primeira Seção do Secretariado, chefiada pelo cardeal Pietro Parolin, mas também nas salas do FIA, a autoridade de informações financeiras. Este, é o órgão independente que deve trabalhar nas atividades de combate à lavagem de dinheiro.

A Santa Sé ainda não deu mais detalhes sobre o caso, mas divulgou a nota abaixo:

“A operação – segundo comunicado da sala de imprensa da Santa Sé – autorizada com um decreto do Promotor de Justiça do Tribunal, Gian Piero Milano e do adjunto Alessandro Diddi, e da qual foram previamente informados os superiores, está ligada às denúncias apresentadas no início no último verão, pelo Instituto de Obras Religiosas e pelo Gabinete do Auditor Geral, sobre transações financeiras realizadas ao longo do tempo”.

- ban livraria2019 - Funcionários do Vaticano estão envolvidos em escândalo de transações imobiliárias ilegais