Em um mês, linha Galaxy S10 bate recorde e ultrapassa em 80% vendas do S9 e S9+

0
5
em-um-mes-linha-galaxy-s10-bate-recorde-e-ultrapassa-em-80-vendas-do-s9-e-s9
Tudo sobre

- 215266 - Em um mês, linha Galaxy S10 bate recorde e ultrapassa em 80% vendas do S9 e S9+

Samsung



- 1232 - Em um mês, linha Galaxy S10 bate recorde e ultrapassa em 80% vendas do S9 e S9+

Saiba tudo sobre Samsung

Ver mais


A linha Galaxy S10 foi lançada há apenas um mês, mas superou em 80% as vendas do Galaxy S9 e S9 no mesmo período. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (16) pela Samsung. Durante a pré-venda, a nova linha também ultrapassou em duas vezes a antecessora – resultado foi alcançado em apenas três semanas. De acordo com a Samsung, os dados demonstram a “excelente aceitação do produto no Brasil”.

“É com grande satisfação que recebemos esse feedback tão positivo do consumidor brasileiro”, comentou o vice-presidente da divisão de dispositivos móveis da Samsung Brasil, Antonio Quintas. No Brasil, a nova linha conta com os Galaxy S10, S10 e S10e. O modelo mais básico tem preço de R$ 4.299; já o Galaxy S10 , versão premium da linha, é vendido por R$ 8.999 com impressionantes 12 GB de RAM e 1 TB de armazenamento interno.

Dentre as novidades do Galaxy S10, uma das mais interessantes é a introdução do recurso Wireless PowerShare, que permite usar o smartphone para carregar outros aparelhos que adotem o padrão Qi de carregamento sem fio, incluindo smartphones (até mesmo iPhones), smartwatches e fones de ouvido. Basta ativar o recurso no Galaxy S10 e encostar o aparelho a ser carregado na traseira do smartphone, que fornecerá a energia para que a troca aconteça.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Demanda maior que o previsto

Quando anunciou a nova linha Galaxy S10, a expectativa da Samsung era comercializar de 30 a 35 milhões de unidades. Pouco tempo depois, o renomado analista de mercado Ming-Chi Kuo, baseado em uma pesquisa da TF International Securities, afirmou em uma nota para investidores que a demanda de pré-venda do Galaxy S10e, S10, S10 e S10 5G era melhor do que o esperado e que, por isso, teve que aumentar as estimativas de remessa em 30% (para 40 a 45 milhões de unidades a serem vendidas).

Só que o número não para de subir: recentemente, um novo relatório da Digitimes revelou que a Samsung deve comercializar até 60 milhões de unidades da família Galaxy S10. O documento ainda apontou que as entregas do Galaxy S10e, Galaxy S10, Galaxy S10 e Galaxy S10 5G podem subir 10% a 15% neste ano em comparação com a linha Galaxy S9 no ano passado.

Atualmente, a Samsung conta com uma participação líder de 23% na indústria de smartphones. A empresa é seguida pela Apple e Huawei, que detêm 30% do mercado. A fabricante chinesa deixou claro que espera assumir o trono da Samsung assim que este ano acabar — mas tudo indica que a batalha vai ser difícil.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.