Dólar tem 2ª queda, a R$ 3,932; Bolsa cai no dia, mas sobe 1,75% na semana

0
36
dolar-tem-2a-queda-a-r-3932-bolsa-cai-no-dia-mas-sobe-175-na-semana

O dólar comercial emendou o segundo recuo seguido e fechou em queda de 0,62%, cotado a R$ 3,932 na venda. Na semana, a moeda norte-americana ficou praticamente estável, com uma leve alta de 0,05%.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou o dia em queda de 0,33%, a 96.236,04 pontos. No acumulado da semana, porém, a Bolsa ganhou 1,75%, na segunda alta semanal seguida.

O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, refere-se ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

Dados dos EUA influenciam mercado

O resultado do dólar hoje acompanhou o mercado externo. A moeda norte-americana se desvalorizou após a divulgação de números sobre a economia dos Estados Unidos.

O PIB do país cresceu 3,2% no primeiro trimestre do ano, um avanço mais forte que o esperado. Desdobrado, porém, o número mostrou desempenho fraco de alguns setores, como os gastos dos consumidores. Esse indicador cresceu 1,2% no primeiro trimestre, ritmo inferior aos 2,5% registrados no trimestre anterior.

Previdência segue no foco

No cenário interno, investidores avaliam que há avanços na articulação do governo para o prosseguimento da proposta de reforma da Previdência.

A agilidade na instalação da comissão especial da Previdência na Câmara dos Deputados, realizada ontem, foi vista com bons olhos. Mas o mercado ainda aguarda definições mais efetivas sobre as possibilidades de aprovação do projeto, o que só deve ocorrer a partir de maio.

A comissão especial é o grupo dos deputados que será responsável por debater e fazer eventuais alterações nas mudanças propostas pelo governo. Segundo o presidente da comissão, Marcelo Ramos (PR-AM), o calendário de trabalho da comissão deverá partir do dia 7 de maio.

BC faz leilão

O Banco Central vendeu todos os 5.350 swaps cambiais tradicionais, correspondentes à venda futura de dólares, ofertados em leilão para rolagem do vencimento de maio. Em 19 leilões neste mês, o BC já vendeu US$ 5,083 bilhões desses ativos. O lote a expirar em 2 de maio é de US$ 5,343 bilhões.

O BC começará em 2 de maio a rolagem integral dos 201.785 contratos de swap cambial tradicional com vencimento em 1º de julho de 2019.

(Com Reuters)