Dólar interrompe 4 quedas, sobe e fecha a R$ 3,848; Bolsa cai após recorde

0
42
dolar-interrompe-4-quedas-sobe-e-fecha-a-r-3848-bolsa-cai-apos-recorde

O dólar comercial fechou em alta de 0,91%, cotado a R$ 3,848 na venda, após quatro quedas consecutivas. O valor do dólar divulgado diariamente pela imprensa, inclusive o UOL, se refere ao dólar comercial. Para turistas, o valor sempre é maior.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, fechou em baixa de 0,3%, a 98.604,67 pontos. Ontem, o índice subiu 1,1% e atingiu seu maior nível na história, 98.903,88 pontos.

Natura e Gol têm maiores baixas da Bolsa

Entre as maiores quedas da Bolsa, as ações da Natura perderam 3,02%, e as da Gol, 2,3%. Também fecharam em baixa os papéis do Itaú Unibanco (-1,58%), do Banco do Brasil (-0,76%) e da Embraer (-0,16%). A fabricante de aviões divulgou hoje prejuízo de R$ 29,4 milhões no quarto trimestre de 2018.

Petrobras sobe

Por outro lado, as ações da Petrobras ( 1,13%) e do Bradesco ( 0,22%) terminaram o dia em alta, enquanto as da Vale ( 0,02%) ficaram praticamente estáveis.

Guerra comercial pode se alongar

Investidores estavam cautelosos após notícias de que pode ficar para abril um encontro entre os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da China, Xi Jinping, para discutir a guerra comercial entre os países. Havia a expectativa de que a negociação acontecesse ainda neste mês.

“As notícias de que os dois países adiaram uma nova rodada de conversas estão pesando porque indicam que uma resolução para o problema comercial, que afetou os mercados em todo o mundo no ano passado, não está tão próxima”, disse à agência de notícias Reuters o estrategista-chefe do Banco Mizuho do Brasil, Luciano Rostagno.

Reforma da Previdência segue no radar

No Brasil, o mercado aguardava os próximos passos envolvendo a reforma da Previdência. Na noite de ontem, a Câmara dos Deputados instalou sua Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), primeiro órgão colegiado que analisará o texto que muda as regras previdenciárias.

A expectativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é que a CCJ possa decidir até 28 de março se admite a proposta. O foco do mercado agora se volta para a proposta com as novas regras para os militares, que deve ser encaminhada até dia 20 desse mês, segundo o governo.

Atuação do BC

O Banco Central vendeu nesta sessão todo o lote de 14,5 mil contratos de swap cambial tradicional, equivalente à venda de dólar futuro. A operação visa postergar o vencimento de papéis que, inicialmente, venceriam em 1º de abril.

Em sete operações realizadas, o BC já rolou o equivalente a US$ 5,075 bilhões. O estoque a vencer em abril soma US$ 12,321 bilhões. O montante total de swaps vendidos pelo BC e de posse do mercado é de US$ 68,863 bilhões.

(Com Reuters)