Ditadura de Maduro defendida pelo PT deixa moradores sem energia

0
89
ditadura-de-maduro-defendida-pelo-pt-deixa-moradores-sem-energia

Barquisimeto, capital do estado de Lara, no oeste da Venezuela, sofre quedas de energia que duram entre 6 e 19 horas por dia. Os moradores denunciam que o horário de racionamento elétrico fixado pela empresa de poder estatal CORPOELEC, não é cumprido.


A CORPOELEC, Empresa Nacional de Eletricidade, vinculada ao Ministério de Energia Popular de Energia Elétrica, é uma instituição criada pelo Governo, pelo decreto presidencial Nº 5.330, em julho de 2007, quando o então presidente da República, Hugo Rafael Chávez Frías, estabeleceu a reorganização do Setor Elétrico Nacional (SEN) com a finalidade de melhorar o serviço em toda a Venezuela.

Entretanto, a Venezuela passa por sérios problemas, devido a crise causada pela ditadura de Maduro metade dos funcionários da empresa saíram do país. Jovens morrendo baleados por protestarem contra o perverso regime, população passando fome, moradores sem energia, esse é o governo defendido pela senadora e presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann que foi a posse de Maduro no início do ano, pelo líder do partido no Senado, Humberto Costa e pelo líder do partido na Câmara, Paulo Pimenta.

#ReporteEléctrico Apagones se prolongan entre 6 y 19 horas diarias en Barquisimeto. Los habitantes denuncian que el horario de racionamiento eléctrico fijado por Corpoelec, no se cumple y extendido durante casi todo el día #7May pic.twitter.com/7KWGyO2B8j

— NTN24 Venezuela (@NTN24ve) May 7, 2019

- ban livraria2019 - Ditadura de Maduro defendida pelo PT deixa moradores sem energia