Deputada alerta para armadilha contra o presidente Jair Bolsonaro na CPMI das Fake News

A deputada federal Caroline De Toni (PSL-SC) considera GRAVE a criação da CPMI das Fake News, instalada nesta quarta-feira (4) no congresso e pede a impugnação da comissão. Para a deputada, o grande problema é a falta de delimitação de um objeto de investigação. Ao descumprir este requisito formal para a criação de qualquer CPMI,…

deputada-alerta-para-armadilha-contra-o-presidente-jair-bolsonaro-na-cpmi-das-fake-news  - fa205db6 deputada alerta para armadilha contra o presidente jair bolsonaro na cpmi das fake news - Deputada alerta para armadilha contra o presidente Jair Bolsonaro na CPMI das Fake News

A deputada federal Caroline De Toni (PSL-SC) considera GRAVE a criação da CPMI das Fake News, instalada nesta quarta-feira (4) no congresso e pede a impugnação da comissão.

Para a deputada, o grande problema é a falta de delimitação de um objeto de investigação. Ao descumprir este requisito formal para a criação de qualquer CPMI, dá-se chancela para investigar qualquer tipo de objeto.

Carol De Toni questionou também a postura do autor da proposta, o deputado Alexandre Leite (DEM-SP) de abrir mão da Comissão e alertou para uma armadilha contra o Presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Se o deputado fez a CPMI com uma intenção e deixando um AMPLO objeto de investigação e chega aqui nesta comissão, após instaurada e faz um discurso dizendo que vai abrir mão de sua presença na comissão, porque foi ‘desvirtuada’, temos que alertar o povo brasileiro para a grande armadilha que percebo que está sendo criada aqui, principalmente contra e figura do presidente Jair Messias Bolsonaro massivamente eleito pelo povo brasileiro”.

Ela lembrou ainda que alguns partidos não aceitam o resultado das urnas. “Isso fica muito claro, principalmente após ouvir o deputado do PT que aqui falou, que fez insinuações maliciosas a respeito da campanha do presidente, insinuando que havia mecanismos de financiamento sofisticados, envolvendo muito dinheiro e interesses, insinuando, enfim, que haveria fraude na campanha do presidente”, acrescenta a deputada.

Que acordo teria sido feito, a ponto de que o próprio autor da CPMI pedisse a renúncia de sua participação? “Quero crer que não seja um tribunal de inquisição contra o nosso presidente, porque tudo aqui está se figurando!”, ressalta Caroline De Toni.

A proposta envolve a regulamentação da mídia, o que a deputada considerou como censura ao povo brasileiro: “O povo brasileiro pode compartilhar conteúdos na internet que antes apenas a grande mídia compartilhava”.

Ela propôs a investigação de quanto dinheiro público foi gasto com publicidade estatal no ano passado, como blogueiros que faziam este trabalho. “É uma prática muito comum da esquerda acusar os outros daquilo que ela mesma faz”, enfatiza.

“É muito grave o que está acontecendo e quero deixar aqui a minha perplexidade e a minha preocupação porque isto não está sendo levado por caminho normal”, conclui. Ela também questionou se apenas dos vencedores das eleições serão investigados ou se os perdedores também serão alvo da CPMI.

- ban livraria2019 - Deputada alerta para armadilha contra o presidente Jair Bolsonaro na CPMI das Fake News

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com