Crise no sistema penitenciário

0
8
crise-no-sistema-penitenciario

Mesmo com prisões lotadas, existem 374 mil mandados de prisão pendentes. Ou seja, milhares de condenados seguem em liberdade

O sistema carcerário brasileiro é uma bomba relógio prestes a estourar a qualquer momento. Segundo dados do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), até o início de outubro o Brasil tinha 832.841 presos, sendo 486.863 condenados e 345.978 em prisão provisória. Mais de 94% dos presos são homens.


Entretanto, esse número muda a cada dia e pode aumentar consideravelmente, uma vez que existem 374.191 mandados de prisão pendentes de cumprimento. Portanto, se todos estivessem encarcerados, o país teria mais de 1,2 milhão de pessoas privadas da liberdade. A grande questão é que, segundo o CNJ, o país tem somente 423 mil vagas distribuídas em 2.608 estabelecimentos prisionais. Ou seja, o déficit do sistema penitenciário brasileiro supera 400 mil vagas.

A questão é como equilibrar essa equação…

Confira a reportagem completa na Revista Terça Livre

- ban livraria2019 - Crise no sistema penitenciário