CPI Brumadinho: empresa alemã pode ter sido coagida a assinar laudos

0
37
cpi-brumadinho-empresa-alema-pode-ter-sido-coagida-a-assinar-laudos

Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho tem reunião na próxima semana (23/4), em Brasília. A comissão quer ouvir o engenheiro Arsênio Negro Júnior, auditor da empresa alemã TÜV SÜD.

Conforme o requerimento do senador Carlos Viana (PSD-MG), relator da CPI, Arsênio deverá esclarecer se a TÜV SÜD foi coagida a assinar os laudos de estabilidade das barragens.

O objetivo da CPI presidida pela senadora Rose de Freitas (Pode-ES), é verificar as causas da ruptura da barragem de rejeitos tóxicos da mineradora Vale em Brumadinho.

* Com informações de Agência Senado

- ban livraria2019 - CPI Brumadinho: empresa alemã pode ter sido coagida a assinar laudos