Ataque hacker é crime e precisa ser investigado para não criar indústria, afirma ministro da Defesa

0
5
ataque-hacker-e-crime-e-precisa-ser-investigado-para-nao-criar-industria,-afirma-ministro-da-defesa

Durante entrevista concedida à TV Brasil, nesta quinta-feira (13/6), o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, afirmou que o ataque hacker, que invadiu celulares e computadores de integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato, foi um ato criminoso.

O ataque ilegal foi direcionado aos aparelhos celulares do ministro de Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, do procurador Deltan Dallagnol. Essa intenção é demonstrada pelas “reportagens” publicadas no site The Intercept.

O ministro da Defesa manifestou apoio ao ministro Moro e cobrou uma investigação rápida sobre o caso para evitar que se crie um comércio criminoso de hackeamento no Brasil.

“Eu não tenho dúvida que isso aí é um crime, e esse crime não pode compensar. Porque, senão, vai ficar uma indústria do hacker em celulares e computadores. Vai ficar um comércio disso aí. Isso aí é um crime e deve ser tratado como tal. E rápido”, exigiu o ministro da Defesa.

“O ministro Moro goza de toda a confiança não só dos ministros e do presidente. É um profissional respeitado, inclusive pela população brasileira”, afirmou.

* Com informações de Agência Brasil

- ban livraria2019 - Ataque hacker é crime e precisa ser investigado para não criar indústria, afirma ministro da Defesa