Agricultura identifica contaminantes em mais 10 lotes de cerveja da Backer

Os contaminantes etilenoglicol ou dietilenoglicol foram identificados pelo Ministério da Agricultura em mais dez lotes de cervejas da marca Backer. Conforme informações divulgadas pela pasta nesta terça-feira (28), até o momento, as análises constataram a presença das substâncias em 41 lotes de 10 rótulos da cervejaria: Belorizontina, Backer Pilsen, Backer Trigo, Brown, Backer D2, Capixaba,…

agricultura-identifica-contaminantes-em-mais-10-lotes-de-cerveja-da-backer  - 872fc67b agricultura identifica contaminantes em mais 10 lotes de cerveja da backer - Agricultura identifica contaminantes em mais 10 lotes de cerveja da Backer

Os contaminantes etilenoglicol ou dietilenoglicol foram identificados pelo Ministério da Agricultura em mais dez lotes de cervejas da marca Backer. Conforme informações divulgadas pela pasta nesta terça-feira (28), até o momento, as análises constataram a presença das substâncias em 41 lotes de 10 rótulos da cervejaria: Belorizontina, Backer Pilsen, Backer Trigo, Brown, Backer D2, Capixaba, Capitão Senra, Corleone, Fargo 46 e Pele Vermelha. O Ministério identificou em análises anteriores que a água utilizada na fabricação estava contaminada e continua a examinar amostras de cervejas coletadas na própria fábrica e também no comércio. A técnica utilizada nas averiguações é a cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas considerada a mais indicada para a identificação dos dois contaminantes. A empresa permanece fechada e os produtos só serão liberados para comercialização após aprovação do governo federal. Em paralelo às investigações administrativas conduzidas pelo ministério, a Polícia Civil de Minas Gerais investiga 29 casos de pessoas que apresentaram os sintomas da síndrome nefroneural.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com