Abandona tuas ilusões, esquerdista!

0
142
abandona-tuas-ilusoes-esquerdista

O que são ilusões? São aquelas bobagens e falsas esperanças que nos concedemos a nós mesmos – e com alguma frequência. E quem não as tem ou teve um dia? Pode ser até uma defesa contra a dor e o sofrimento … Pode ser saudável… Quem sou eu para ajuizar da matéria? Deixo o tema ao encargo dos psicólogos…


Porém

Isso não dá a ninguém o direito de ter ilusões que afetem a vida alheia.

Caro amigo socialista, o socialismo fracassou no mundo todo. Matou cem milhões de pessoas ou mais.

Tu achas que essa aventura merece uma segunda chance? Se essa é tua ilusão favorita, pensas que os outros devem arcar com os custos de mais um fracasso previsível?

Sabes que não há nenhuma genuína disputa intelectual aqui? Se não sabes, deverias saber. Teu lado pode ter um milhão de professores nas federais. Não importa. Foi refutado por Mises, por Hayek, por Aron, por Kolakowski, pela história e pelo bom-senso elementar. Não interessa se teu colega socialista te acha um gênio. Tu não o és.

Caro amigo estatista, o estatismo europeu sem dúvida não foi assassino e teve realizações louváveis , mas é fato líquido e certo – atestado por estudos mil – que os países liberais são muito mais prósperos e que há neles menos desemprego e parasitismo. Tu crês que tuas ilusões devem nortear a vida alheia? De toda sorte, o estatismo só conseguiu realizar algo de valioso em países previamente enriquecidos pelo liberalismo. E já não se sustenta mais nem na Europa… E no Brasil? Nunca funcionou. Fracasso total, completo e retumbante, incluindo na conta Getúlio, Geisel e o PT (com uma ligeira melhora no governo de Fernando Henrique, que, sob outros aspectos, foi só um PT light…)

Caro amigo petista, tu achas que esse país realmente andou bem enquanto o PT esteve no poder?

Tu tens o direito de supor que és Napoleão. Mas tu não tens o direito moral de passar por cima dos fatos e afetar a vida dos outros com devaneios que são só teus.

E tu me responderás… “Não estou iludido. Eu realmente penso assim e minha crença é sincera e racional”.

Tanto pior se pensas. Afinal, admitiste em algum momento a possibilidade de estares errado? Olhaste bem no fundo da tua consciência? Não percebes que só há amor à verdade quando se evita a todo custo o erro?

Leste um único autor anti-comunista, anti-estatista ou anti-petista e foste capaz de rebatê-lo com argumentos e não com a manobra espúria de tachá-lo de “ultra-conservador“, “nostálgico da ditadura“, “neo-liberal“, “fascista” ou o primeiro clichê encontradiço na primeira revista vagabunda ou blog sujo daqueles que viviam nas tetas das administrações petistas?

Tuas ilusões são tuas… O preço do teu erro é pago por todos… E tuas boas intenções, reais ou imaginárias, não servem de desculpa para absolutamente nada.

Evitar esse tipo de ilusão é um dever moral. Eu já cumpri esse dever. Deves cumpri-lo não menos do que eu.


abandona tuas ilusões, esquerdista! - ban rural post - Abandona tuas ilusões, esquerdista!