1964: Santos Cruz afirma que a divulgação do vídeo foi erro de serviço

0
28
1964:-santos-cruz-afirma-que-a-divulgacao-do-video-foi-erro-de-servico

Nesta quinta-feira (13/6), o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Carlos Alberto dos Santos Cruz, afirmou que o vídeo divulgado pelo Palácio do Planalto no dia 31 de março, em defesa à ação dos militares contra os comunistas na mesma data em 1964, foi erro de serviço.


A explicação foi dada em audiência na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC), solicitada pela senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), que pretendia ouvir explicações sobre a publicação.

No vídeo, um senhor fala sobre a época de medo e ameaças provocadas pelo comunismo. Ele lembra que jornais, rádios, TVs e o povo na rua, com manifestações históricas, apelaram ao Exército para deter a ascensão do regime comunista no Brasil.

A senadora perguntou se o funcionário que publicou o vídeo recebeu alguma advertência para que não aconteça novamente. O ministro disse que não.

“Não é pelo funcionário errar que a gente vai sacrificar também a pessoa e desconsiderar todo o trabalho realizado. Eu conversei pessoalmente com ele sobre isso para fazer uma avaliação e foi esclarecido o cuidado que tem que ser tomado para que não se cometa esse tipo de erro”, afirmou Santos Cruz.

Foto: Geraldo Magela/Agência Senado

- ban livraria2019 - 1964: Santos Cruz afirma que a divulgação do vídeo foi erro de serviço